Mitos e verdades sobre Unhas de Gel

A saúde das nossas unhas depende de cada um de nós e da nossa responsabilidade ao entregá-las aos cuidados de um profissional.

Fica a conhecer os mitos e verdades sobre esta técnica de mãos tão procurada pelas mulheres.

 

1 – O gel é seguro para as unhas?

Verdade : Os produtos de gel UV são seguros para aplicações em unhas naturais, desde que não haja contacto com a pele.

Há que ter em atenção que o gel não é barato e existem diversas alternativas com preços baixos, que podem não ser certificados e podem prejudicar as unhas.

 

2 – Existem riscos ao remover as cutículas?

Verdade: A cutícula é uma proteção natural da unha. Por isso, a remoção das cutículas pode favorecer processos inflamatórios à volta da unha. Os profissionais da área, antes de tratarem das unhas, cuidam das cutículas aplicando alguns produtos hidratantes e protetores. É aconselhada apenas a remoção das peles mortas que estejam por cima da unha.

 

3 – Com o gel as unhas deixam de respirar?

Mito: As unhas não respiram, recebem oxigénio através dos vasos sanguíneos que estão na base da unha. As unhas são constituídas por células mortas e queratina.

 

4 – O gel pode tornar as unhas fracas e quebradiças?

Mito: O gel não deixa a unha em más condições. O enfraquecimento das unhas deve-se sobretudo a deficiências de nutrientes que são essenciais para a constituição da unhas como o cálcio, zinco e vitaminas A,B e E.

As unhas de gel são muito resistentes e protegem a unha natural à medida que vai crescendo, fortalecendo-a. Por isso, podem até ser uma boa solução para quem tem unhas fracas ou o vício de as roer.

 

5 – O leite e os derivados com cálcio fortalecem as unhas fracas?

Mito: Os produtos ricos em cálcio não dão um fortalecimento extra às unhas. Estar bem nutrido de forma geral é o caminho para o bem-estar do corpo e para umas unhas fortes.

Como tratar o couro cabeludo

O couro cabeludo é uma zona sensível que necessita de certos cuidados. Cuidados esses que vão influenciar a saúde do nosso cabelo. Neste artigo, vai poder saber algumas dicas para tratar o couro cabeludo.

 

Existem muitos produtos capilares no mercado e pode tornar-se confuso perceber quais são mais importantes. No que diz respeito ao cuidado com o seu cabelo, a prioridade deve ser investir em produtos para a queda de cabelo (deve procurar produtos com Vitamina B5, Cafeína, Mentol, etc.). De seguida, deve cuidar do problema da caspa (nesse caso, existem produtos com Olamina, Climbasol, Amamélis, etc.). Em terceiro lugar, deve preocupar-se com a oleosidade (aqui invista em produtos com argilas verdes, argilas brancas, bétula, etc.).

 

Para cuidar do couro cabeludo, deve procurar um dermatologista que possa indicar qual o produto indicado para o seu tipo de pele. Contudo, em casa, pode ter alguns cuidados, especialmente com a limpeza. Primeiro deve sempre enxaguar o cabelo e o couro cabeludo com água, para remover impurezas. Depois aplique um champô para tratamento, esfregue bem os fios de cabelo, massajando com movimentos circulares, com a ponta dos dedos. De seguida, deve enxaguar e repetir novamente. Desta vez, massaje o couro cabeludo com o champô. Se o médico indicar alguma loção ou produto, use este e não aplique condicionados ou máscara. Se tiver também oleosidade, neste processo de lavagem, use água fria.

 

Mais importante, não descure o cuidado do couro cabeludo, da mesma forma como cuida dos fios de cabelo.

SPA e a redução de stress!

Levamos uma vida agitada e sem tempo para “parar”, o que acaba por levar, muitas vezes, a problemas de saúde. Para evitar estes problemas, é importante cuidar da sua saúde física e psicológica. Neste artigo, vai poder perceber como o Spa pode ser o “remédio” para o stress.

O Spa é uma estratégia que podemos utilizar para relaxar e cuidar da mente e do corpo, mantendo a forma, o bem-estar e a juventude. O nome Spa, dizem, vem da expressão salus per aquam (saúde pela água).

Estes espaços começaram por estar associados a espaços com águas termais mas generalizou-se a outros espaços onde se cuida também da beleza, ode se fazem atividades de lazer e bem-estar, etc.

Em Portugal, existem uma grande tradição de recorrer aos serviços das Termas e também aos Spa’s de hotel, tendo começado no Algarve mas tendo-se generalizado já a todo o país.

Temos, contudo, também á disposição os Spa’s nas áreas urbanas, onde podemos usufruir de serviços como as massagens, serviços de estética. Embora sejam ainda consideradas um luxo, as sessões de Spa são, agora, mais acessíveis a uma maior quantidade de pessoas.

Mesmos nos produtos cosméticos, já são criados alguns produtos com o objetivo de proporcionar a sensação de estar num Spa, com aromas suaves, que originam o relaxamento do corpo, tratam problemas corporais, etc.

O conceito de Spa sofreu várias alterações ao longo dos tempos disponibilizando agora um conjunto diferente de serviços seja a nível médico, a nível termal, estético, relaxante, de cuidado com o corpo, etc. A verdade é que o uso de Spa’s se generalizou e faz parte agora de um serviço de luxo, de cuidado com o corpo e a mente e de “escape” ao dia-a-dia stressante.