Máscaras capilares caseiras

São muitos os ingredientes alimentares que tem à mão de semear em casa a que pode recorrer para preparar uma máscara capilar artesanal que nutra e repare os seus cabelos, aproveitando o momento da aplicação para um ritual de beleza que relaxa e apazigua. Algumas das receitas que lhe sugerimos de seguida podem ser usadas para combater problemas como o excesso de oleosidade, a caspa ou ainda a falta de vitalidade dos fios. Tenha, no entanto, atenção às recomendações e aos tempos de exposição apontados.

1. Máscara capilar de banana

Para amaciar o cabelo e fazê-lo crescer com maior densidade, misture uma banana triturada, com o mínimo de grumos possível, com uma colher de sopa de azeite ou de óleo vegetal. Aplique, de seguida, a mistura no cabelo, mecha por mecha. Cubra a cabeça com uma toalha para manter a temperatura e deixe atuar durante cerca de 30 minutos. Passado esse tempo, retire-a, lavando normalmente a cabela com o seu champô habitual.

2. Máscara capilar com iogurte e mel

Com um efeito hidratante, esta máscara, que nutre os fios em profundidade, também combate a caspa e acalma irritações no couro cabeludo, conferindo ainda mais brilho ao cabelo. Misture um iogurte natural com uma colher de sopa de mel. Se tem o cabelo seco, pode adicionar-lhe uma colher de sopa de óleo vegetal. No caso de ser mais para o oleoso, acrescente-lhe uma colher de sopa de gel de aloé vera.

Se tiver caspa, pode juntar-lhe três gotas de óleo essencial de pachuli, de gerânio, de árvore-do-chá, de louro ou de ervilha-de-alfazema, desde que não costume fazer alergia a este tipo de substâncias. Em caso de dúvida, consulte um especialista. Depois de preparada, aplique a mistura, imediatamente, no cabelo, madeixa por madeixa. Deixe atuar durante cerca de 30 minutos antes de lavar suavemente.

3. Máscara capilar de óleo de coco e mostarda

Esta máscara caseira, muito fácil de preparar em casa, é recomendada para a estimulação do crescimento das hastes capilares. Misture muito bem uma colher de chá de óleo de coco com uma colher de chá de mostarda. Junte três gotas de óleo essencial de folhas de loureiro, de toranja ou de alecrim. Aplique-a no couro cabeludo e massaje, depois, suavemente, durante breves segundos para estimular a microcirculação.

Pode aplicar também a máscara no resto do cabelo, incluindo nas pontas. Cubra, de seguida, a cabeça com uma toalha para manter a temperatura e deixe atuar durante uma hora. De seguida, retire-a na lavagem, com recurso ao seu champô habitual. Em alternativa, misture uma colher de sopa de óleo de rícino com meia colher de sopa de óleo vegetal de mostarda ou, então, com a mesma quantidade de cineol ou eucaliptol.

4. Máscara capilar de hena com coco e limão

Esta é recomendada para conferir brilho. Além de mais brilhante, o cabelo fica, também, mais forte, mais denso e com mais volume. Junte duas colheres de sopa de hena neutra (sem cor) a um pouco de água quente até formar uma massa macia. Junte uma colher de sopa de leite de coco e uma colher de chá de sumo de limão.

Pode, ainda, juntar três gotas de óleo essencial de ylang-ylang ou de capim-limão. Aplique no cabelo, mecha a mecha. Envolva com película aderente e deixe atuar uma hora. Retire com champô e finalize com um banho feito com 300 mililitros de água e duas colheres de vinagre de coco, de vinagre de romã ou de vinagre de cidra.

5. Máscara capilar com argila verde

Esta máscara reparadora do couro cabeludo tem também uma ação purificadora, calmante, antiprurido e anticaspa. Misture três colheres de sopa de argila verde com uma dezena de gotas de óleo essencial de pachuli, de gerânio, de árvore-do-chá, de louro ou de alfazema. Adicione água morna até que se forme uma pasta razoavelmente fluida. Aplique uma camada espessa no couro cabeludo, massajando suavemente.

Como travar o processo de envelhecimento da pele

Quando somos jovens, as nossas células, nomeadamente as da pele, renovam-se constantemente, o que faz com que, aos 20 anos, ainda possamos exibir aquele aspeto fresco de que tanto nos orgulhamos. Acontece que, exposta a inúmeras agressões externas, a epiderme vai perdendo a elasticidade, dando origem às rugas e a outros sinais do tempo que inevitavelmente denunciam o avançar da idade.

Quando nos olhamos ao espelho e constatamos que as linhas do tempo já se instalaram no rosto, sentimos toda a vontade do mundo de reverter esses efeitos. Assim, decidimos contar-lhe toda a verdade sobre o composto que pode ajudar a salvar a sua pele, já que acelera a renovação celular e estimula a produção de colagénio. Falamos-lhe do retinol, a chamada vitamina da juventude.
Ação esfoliante reconhecida

O retinol, um dos compostos naturais derivados da vitamina A, é um poderoso aliado no combate ao envelhecimento cutâneo e um agente eficaz no tratamento de peles acneicas. A utilização tópica de retinol contribui para uma aceleração da regeneração celular. Este processo de renovação propicia a esfoliação das células mortas à superfície da pele, dando origem a novas e saudáveis células.

Deste modo, a pele sem vitalidade dá lugar a uma tez suave e luminosa, com os poros desobstruídos e menos visíveis, e os sinais de envelhecimento, como as manchas de pigmentação e as rugas, são atenuados. Apesar de o retinol ser menos eficaz do que a tretinoína, ácido retinóico, é geralmente mais bem tolerado pela pele por não ser tão abrasivo quanto este outro composto da vitamina A.

Renovação celular

Os vários estudos que têm sido efetuados com o retinol demonstraram que este composto tem um papel importante no processo de regeneração celular, já que as novas células cutâneas, estimuladas pela utilização da vitamina A, são muito semelhantes às de uma pele jovem e saudável.

Além disso, o retinol também revelou ser um importante potenciador da produção de novo colagénio, a fibra que confere elasticidade à pele. Esta renovação celular mostrou ser igualmente eficaz no tratamento da acne, isto porque a esfoliação cutânea pela ação do retinol ajuda a desobstruir os poros e melhora o aspeto das cicatrizes que normalmente decorrem desta doença de pele.

Operação rejuvenescimento

A vitamina A tem uma estrutura molecular que é pequena o suficiente para conseguir penetrar na epiderme e reparar as camadas mais profundas da pele onde se encontram o colagénio e a elastina. A ação do retinol passa por reparar e estimular a produção destas substâncias, dando assim origem a uma pele renovada, mais firme, suave e rejuvenescida, como asseguram muitos especialistas, nacionais e internacionais.

Está cientificamente provado que este composto, que integra muitos dermocosméticos, consegue diminuir as manchas de pigmentação e as rugas de expressão, melhora a textura e uniformiza a epiderme e ainda ajuda a manter os níveis de hidratação da epiderme. Uma necessidade essencial que muitas pessoas, por vezes, menosprezam.

 

Dicas para secar o cabelo.

Muito provavelmente já ouviu, mais do que uma vez, que secar o cabelo ao ar é a melhor forma de garantir que o mantém em boas condições. Ao que parece, não é bem assim. Em alternativa, os experts em cabelos sugerem o uso do secador, contudo, há que saber como fazê-lo, para que tal ferramenta não seja uma ameaça.

Tais cuidados não são exagerados, já que a altura em que o cabelo está mais vulnerável é precisamente quando está molhado. As fibras capilares ‘incham’ e enfraquecem. Logo, mantê-lo molhado por demasiado tempo aumenta a probabilidade de o cabelo sofra danos.

Ora, quanto mais tempo o inchaço durar, mais pressão exerce sobre as proteínas capilares, que são muito delicadas. Tudo isto pode causar mais danos.

Como secar com o secador para que não sofra com o calor?

Passo 1: Comece por tirar o maior da água com uma toalha, mas sem esfregar, para que o cabelo não quebre.

Passo 2: Aplique um escudo térmico para criar uma barreira invisível contra danos causados ​​pelo calor. Tal escudo, em forma de produto de proteção térmica também protege a cutícula capilar e evita que os fios de cabelo quebrem verticalmente, o que resultaria em pontas duplas.

Passo 3: Comece por usar o secador na temperatura média até que 80% da humidade seja removida. Altas temperaturas desse o início podem danificar o cabelo, por isso deve aumentar a temperatura apenas no final.

Passo 4: Quando sentir que o cabelo está a aquecer demasiado, é sinal que deve começar a modelar. Sirva-se de uma escova redonda e dê forma ao cabelo, usufruindo do calor.

Cuidados a ter com a pele dos diabéticos

A pele dos diabéticos é uma pele mais desprotegida, pelo que exige cuidados acrescidos. Uma vez que não é produzida tanta olesosidade por parte das glândulas sebáceas da derme, esta necessita de hidratação extra para reforçar a barreira natural de proteção daquele que é o maior órgão do organismo. “É essencial repor essa gordura através do uso de um bom creme para manter a saúde e a elasticidade da pele”, recomenda mesmo um artigo do site Diabetes 365º, um projeto de literacia de saúde multiplataforma.

“Uma pele mais elástica é também uma pele que não cria feridas com tanta dificuldade, feridas essas que, como sabemos, podem ser complicadas no doente diabético”, alerta a mesma fonte. Escolher um bom creme hidratante para a pele do diabético é essencial mas a desidratação cutânea e a saúde da pele começam no banho. Deve, por isso, evitar usar água demasiado quente para não deixar a epiderme ainda mais seca e usar um sabonete hidratante sem sabão ou um gel de banho suave, que faça pouca espuma.

Em seguida, aplique o creme com a pele ainda húmida, de forma generosa mas não exagerada, não esquecendo nenhuma das zonas do corpo. Ao adquirir um hidratante, deve privilegiar um dermocosmético que contenha na formulação ingredientes como a ureia, a glicerina e/ou a manteiga de karité, muitas vezes listada como shea butter, a designação inglesa. A vaselina e a parafina são outras das opções a que pode recorrer para reter as gorduras naturais da sua derme e mantê-la, assim, sempre hidratada.

Dicas infalíveis para combater a celulite

A celulite continua a ser um dos temas principais ou não fosse um dos problemas que abrange cerca de 90% das mulheres em todo o mundo. Apesar de não ser considerada uma doença, a celulite (ou pele “casca de laranja”) pode ter um impacto bastante negativo na vida das mulheres pela sua componente estética.

A celulite resulta de uma acumulação de gordura nas células que, por estarem cheias, acabam por comprimir os vasos, dificultar a microcirculação e o processo de drenagem. O resultado? Retenção de líquidos, que, associadas à perda de elasticidade, fazem com que a celulite se torne um problema visível.

Para combater a celulite a Cosmetis sugere cinco dicas infalíveis.
Introduzir os alimentos certos no dia a dia

Uma alimentação saudável, com alimentos com baixo teor de gordura devem fazer parte do quotidiano, se quiser eliminar a gordura acumulada. Contudo, existem alguns “alimentos-chave” que aumentam os resultados no que diz respeito à redução de celulite.

Comer mais abacaxi, alho, banana, batata-doce, cenoura, couve, chá verde, frutos vermelhos, gengibre, nozes e papaia fará com que a sua celulite reduza de forma natural.
Praticar exercício físico

O exercício físico é fundamental para aumentar a queima de gordura e, consequentemente, diminuir a gordura acumulada. Com uma alimentação mais cuidada, os resultados são visíveis de forma mais rápida. Neste caso, dê prioridade a exercícios aeróbios, agachamentos ou elevação pélvica que, sendo mais direcionados para a zona dos glúteos, ajudam a combater a celulite.
Beber bastante água

A água é uma das bases vitais e igualmente importante para manter o organismo saudável quanto à gestão de gorduras acumuladas. O ideal é beber entre 1.5 e 3 litros de água por dia, porque ajuda a aumentar o metabolismo e a transformar a gordura em energia.

Aplicar um creme específico na zona

Há um grande estigma em torno dos cremes anticelulíticos mas a verdade é que não pode ser só aplicá-los e esperar milagres. É importante existir uma alteração no estilo de vida e combinar a utilização dos mesmos com uma correta alimentação e prática de exercício físico.

Pode encarar este tipo de cuidados como um “boost” que promove uma pele mais lisa, regular e ainda ajuda a adelgaçar e a estimular a circulação, ou seja, tudo o que precisa para ver a sua celulite a desaparecer.

O creme deve ser aplicado com massagem e idealmente com o uso regular de um esfoliante corporal.

Preparar a pele para praticar desporto

Praticar exercício físico é um fator importante para levar uma vida saudável, tanto para o corpo como para a mente, ajudando também a melhorar a saúde e o aspeto da pele. Aumenta a circulação do oxigénio para a pele, promove a multiplicação de células e antioxidantes, ajuda a prevenir e reduzir sinais de envelhecimento e, por causa da diminuição dos níveis de cortisol, ajuda a reduzir o stresse que causa acne e outras irritações cutâneas, como a psoríase.

Contudo, pode também prejudicar muito a saúde da pele, já que se trata de um dos órgãos mais expostos a agressões durante o treino. Desde o contato físico e a excreção de toxinas através do suor até à exposição solar, para quem treina ao ar livre.

Devemos pois praticar exercício físico e mais do que tudo, devemos priorizar os cuidados a ter antes e depois, para manter uma pele saudável, hidratada e prevenir o seu envelhecimento.

Além de beber água (hábito de vida básico quer sejamos ou não desportistas), existe um conjunto de cuidados a ter para manter uma pele limpa, com aspeto saudável, o colagénio, a proteína que impede a formação das rugas.

 

#1 – Para preparar a pele para o treino, é importante ter a cara lavada e optar por deixar a maquilhagem em casa, uma vez que pode agir como uma barreira e impedir a normal transpiração da pele, congestionando os poros.

O exercício físico aumenta a temperatura do corpo e os poros tendem a abrir, a pele precisa de respirar para regular a normal temperatura do corpo.

#2 – Prenda o cabelo para impedir o contato com o rosto e evitar a propagação de suor e bactérias e causar irritação.

#3 – É importante lavar a cara após o exercício físico para limpar resíduos de suor e bactérias que se acumularam durante o treino, bem como tomar um banho e trocar de roupa.

Ao mesmo tempo que auxilia a diminuição de temperatura na cara e no corpo, impede que os vasos sanguíneos rompam.

#4 – Da mesma forma que deixamos os músculos relaxar após o treino, devemos também ter atenção à pele. O calor e o sobreaquecimento previnem a normal estabilização da pele, por isso, se pratica treinos de alto rendimento, ou mesmo hot yoga, é recomendada a hidratação profunda com produtos que acalmem e ataquem a vermelhidão da pele, combatendo a desidratação e irritação que são consequência do desporto.

#5 – Massajar a pele para absorção total do hidratante, fomentando a circulação sanguínea para efeitos reparadores, regeneradores e anti-envelhecimento.

Como atrasar o envelhecimento da sua pele

Quando falamos de cosmética e na procura incansável de fórmulas mágicas temos sempre um denominador comum: o envelhecimento! E, a prova disso, é que um dos segmentos que mais vende e que terá sempre procura é, de facto, o segmento dos cuidados de anti envelhecimento.

Mais do que manter um aspeto jovem “para sempre” o objetivo é envelhecer com uma pele bonita, uniforme e acima de tudo, saudável. A pensar em todos aqueles que pretendem retardar esse envelhecimento, a Cosmetis sugere cinco hábitos:

Limpar o rosto todos os dias, de manhã à noite, sem exceção

Quantas vezes vamos dormir e pensamos: “É só desta vez”? Pois é, mas todas essas vezes juntas resultam em muitas impurezas acumuladas e uma renovação incompleta da pele. Além disso, há muitas pessoas que não têm o hábito de limpar o rosto de manhã e é igualmente importante.

Atenção, quando falamos em limpar o rosto de manhã não é apenas lavar com água, mas sim utilizar um produto de limpeza que consiga remover todos os resíduos. Como a pele renova durante a noite é normal haver na mesma resíduos de manhã, por isso, antes de iniciar a sua rotina matinal não se esqueça: comece por limpar!

Utilizar proteção solar diariamente

Sempre que falamos em envelhecimento da pele temos que referir protetor solar! Parece repetitivo? Mas a verdade é que há muitas pessoas que ainda só usam protetor solar no verão ou quando estão na praia. No entanto, é muito importante utilizar protetor solar todos os dias, mesmo nos dias mais cinzentos, pois a nossa pele está exposta a raios solares e por isso é importante bloquear os seus efeitos na pele.

Para além do uso de protetor, incluir vitamina C na sua rotina da manhã vai garantir um “isolamento” ainda mais eficaz. O Sesderma C-Vit Lipossomal Sérum é o produto indicado para combater intensivamente o fotoenvelhecimento, podendo ser usado também para clarear as marcas de acne, estrias e cicatrizes.

Se tivermos uma espécie de escudo impenetrável pelos raios UV, menos danos a nossa pele terá e consequentemente, mais tarde irá envelhecer.

Hidratar de acordo com as necessidades

Usar um hidratante é fundamental para uma pele saudável, cuidada e bonita. E, claro, a pele saudável envelhece mais tarde. Quando referimos a utilização de hidratantes não têm de ser necessariamente aqueles cremes super gordurosos. Adapte o hidratante ao seu gosto e às necessidades da sua pele!

Por exemplo, existe o mito de que uma pele oleosa não precisa de hidratação. Todos os tipos de pele precisam de hidratação, mas tem de ser adaptada. Assim, uma pele oleosa ou com acne terá um hidratante adequado ao seu tipo de pele, que também tenha ação matificante ou anti imperfeições.

Usar esfoliante

Utilizar um esfoliante semanalmente é meio caminho para uma pele saudável e jovem durante mais tempo. A esfoliação permite remover as células mortas e tornar a pele mais fina e lisa. Por consequência, se a pele estiver limpa, conseguimos uma melhor renovação.

Mais uma vez, tal como acontece com o hidratante, adapte o esfoliante ao seu tipo de pele. Existem esfoliantes que têm um grão mais grosso e são mais adequados para pele mista e oleosa. Se pelo contrário tem uma pele normal ou seca, opte por um esfoliante suave.

 

Adotar um estilo de vida mais saudável

Não poderíamos terminar de outra forma! Podemos ter a melhor rotina de beleza diária, com os melhores cuidados de rosto, mas se não tivermos um estilo de vida saudável a pele irá envelhecer de forma precoce.

Por isso, repense o seu estilo de vida: comer de forma saudável, praticar exercício físico, não fumar e dormir o necessário.

 

 

Potenciar a luminosidade da sua pele no verão

Amamos um bom iluminador. Tanto que por vezes exageramos um pouco na sua aplicação. Quanto mais brilho melhor, certo?

Mas a verdade é que o brilho e a luminosidade da pele vêm de dentro e, com a ajuda dos produtos certos, podemos potenciar ainda mais a luminosidade da tez.

Quando nos dedicamos um pouco mais a algumas coisas, os resultados são maravilhosos e notórios, especialmente enquanto mulheres – na nossa saúde, corpo, pele ou cabelo. Pode ser cerca de cinco minutos extra por dia.

O que nos faz mais bonitas é o brilho interior que transparece e esse não vem dentro de um frasco. Mas um bom começo será beber uma boa quantidade de água por dia.

Depois disso, a esfoliação é outro segredo de uma pele luminosa. Este não está assim tão bem guardado. A nossa pele é um órgão, por isso é importante ver-se livre de células mortas com alguma regularidade.

E por fim, “a little help from my friends”. E quem são estes amigos? Conseguir uma pele que pareça permanentemente como se tivéssemos acabado de vir de férias – ou seja, saudável, radiante e límpida – é uma combinação de produtos e paciência.

 

 

Desmaquilhantes em creme

Se está habituada a utilizar água micelar para se desmaquilhar, provavelmente está familiarizada com a sensação de pele seca que segue o ato de tirar a make-up ao fim de um longo dia.

Para contrariar isso, e aproveitar para hidratar a pele enquanto se desmaquilha, tem que trocar o desmaquilhante líquido por  bálsamos.

 

Ingredientes a evitar no Verão!

Na área da cosmética muito se fala de uma rotina de verão e de inverno devido às necessidades que a pele tem de acordo com o clima. Mas será só isso?

A verdade é que para além disso existem ingredientes que não são compatíveis com a exposição solar – e isto implica o dia a dia, não só os momentos de praia.

“É essencial mantermos os cuidados diários com a nossa pele durante o verão, mas é também importante adaptarmos a nossa rotina à exposição solar a que estamos sujeitos durante esta estação. Alguns ingredientes que estão presentes em diversos produtos de cosmética não são aconselhados durante o verão, e é preciso ter bastante atenção a esse fator. Além disso, é importante reforçarmos a utilização do protetor solar para que a pele se mantenha sempre saudável, de forma a evitarmos o envelhecimento da mesma e o aparecimento das tão conhecidas manchas” salienta Daniela Marques, Beauty Expert da SKIN.

Retinol

O Retinol é um dos ingredientes mais utilizados como anti idade porque é um dos mais eficazes na renovação da pele. Sendo um derivado da vitamina A, aparece em grande parte dos produtos de cuidados para acne e manchas.

Por se tratar de um ingrediente fotossensibilizante e foto irritante, deve evitar a sua utilização durante o verão porque pode provocar irritações cutâneas.

Para além disso, pode ainda provocar manchas e queimaduras solares. Posto isto, se tem por hábito utilizar produtos com retinol, deverá evitá-los durante o verão.

Ácido Glicólico e Ácido Salicílico

Na mesma linha do retinol, aparece o ácido glicólico e o ácido salicílico. Utilizados em cuidados anti idade e para acne, também têm capacidade de regenerar a pele (ainda que inferior ao retinol) mas, em contrapartida, não são fotossensibilizantes. Apesar disso, devem ser utilizados com a máxima precaução.

 

O ideal será optar por utilizar estes ingredientes apenas como cuidados de noite e de dia garantir a aplicação de protetor solar com índice de proteção elevado. Contudo, se tem a pele sensível, poderá ter mesmo a necessidade de parar de usar durante o verão.

Vitamina C

Um dos ingredientes que mais questões levanta em termos da sua utilização durante o verão é a vitamina C. Assim, para que fique descansada, a resposta é: SIM, pode utilizar sem problema.

A vitamina C é um ingrediente essencial durante o verão, principalmente no que diz respeito à prevenção do envelhecimento e manchas. Ainda assim deverá fazer uso do protetor solar depois da sua utilização.